Trate o Zumbido

A Tinnitus tem muitas apresentações

 

Normalmente, na área da medicina, o termo Tinnitus é compreendido como relacionado aos ruídos que são percebidos por um ou pelos dois ouvidos e dentro da cabeça. Os ruídos podem aparecer de maneira permanente ou regressar em certas ocasiões, eles são detalhados de maneira muito diferente quanto ao seu tipo e sonoridade.

Parecido com um estado de aflição, a Tinnitus não é, porém, uma doença, mas se trata de um sintoma. Dessa forma, é urgente buscar e tratar sua causa, que nem sempre é simples de diagnosticar.

Na maioria dos casos o barulho e o estresse são considerados os causadores da Tinnitus. Este fenômeno não acarreta a uma perda de audição súbita, piora da audição ou mesmo surdez. Mas o barulho em sua cabeça pode se caracterizar definitivamente como uma doença, quando se torna pesada demais para ser enfrentada no dia a dia.

O estresse é o principal causador da Tinnitus

Não adianta fechar os nossos ouvidos como fazemos com os olhos, pois a percepção acústica continua ativada. A percepção de sonoridades e o nosso cérebro podem filtrar de maneira inconsciente cada som de forma individual, classificando-os em ordem de importância. Nos mantemos atentos aquilo que realmente queremos ouvir.

Por vezes nem percebemos alguns barulhos, isso se chama habituação, que exige que o subconsciente possua uma capacidade de decisão contínua. Quando estamos pressionados, debaixo de estresse, a força da filtragem do nosso subconsciente para efeitos protetivos pode ser diminuída. Este carregamento em demasia faz com que ouçamos sons que normalmente eliminaríamos.

O sistema límbico, responsável pelas sensações em nosso cérebro, associa negativamente o som da Tinnitus. Por isso, o corpo reage como se estivesse passando por um momento de estresse. Se o ruído permanecer por muito tempo, será assimilado por nosso cérebro e prejudicará a qualidade de vida.

O controle da Tinnitus começa por lutar contra as causas do ruído no ouvido. Menos estresse, mais descanso e harmonia em conjunto com as próprias necessidades são pontos de partida necessários. Exercícios de relaxamento, apontados pela experiência, conseguem aumentar a estabilidade física e mental.

Os geradores de ruídos digitais são uma ajuda exponencial. Eles diminuem de maneira significativa os sons indesejáveis. Parecido com o que acontece com a acupuntura, o estímulo perturbador é respondido com um estímulo contrário, o que restringe sua repercussão. Neste caso falamos de dessensibilização. Desta maneira, o ruído da Tinnitus não é encoberto, mas é suavemente filtrado pelo ruído do sistema digital. A Tinnitus ainda está lá, mas perde sua condição alarmante que a torna um tormento para as pessoas.

Seguir ouvindo o ruído da Tinnitus é um princípio de terapia: o resultado buscado é ter a percepção da Tinnitus de forma relaxada, sem causa de estresse. Ou seja, um barulho ao qual nosso cérebro vai dando cada vez menor importância com o passar do tratamento, até o momento em que consiga torná-lo irrelevante.

Um fenômeno Generalizado

A maioria das pessoas sabe o que é isso: ruídos que não surgem de fora, mas sim de dentro – a tinnitus, aquele zumbido em seu ouvido. Na maior parte dos casos, ela some tão depressa quanto vem. No entanto, às vezes isso não acontece.

“A tinnitus é uma doença generalizada”, afirma Elke Knör, a presidente da Liga Alemã para Tinnitus. Com quase seis milhões de pessoas afetadas atualmente, isso corresponde a oito por cento de toda a população alemã, um valor quase tão alto como para a diabetes. Uma em cada quatro pessoas já experimentou a tinnitus uma vez.

Aceite nosso convite veja o que pode com seu médico otorrinolaringologista e seu consultor em audiologia para juntos vencerem a tinnitus. Descubra os produtos de gerenciamento da tinnitus da HANSATON (Tinnitus Management) e encontre o mais ajustado a seu caso, para que possa desfrutar tranquilamente cada momento em sua vida.

  • O temo tinnitus deriva do latim, a partir da raiz perfeita do verbo tinnire.

A tradução literal é, na verdade, tinido. Os resultados fundamentais da investigação para o atual Tinnitus Management se devem os professores Hazell e Jastreboff da década de 1980. Eles perceberam que a tinnitus crônica é, por assim dizer, uma programação anômala da percepção acústica. A reabilitação da tinnitus apenas pode ser bem sucedida quando o processamento voltar ao normal e o sinal memorizado, típico da tinnitus, for “eliminado”. A percepção sonora tem que ser reprogramada.

Ruídos, assobios, rugidos, latejos:

A tinnitus tem muitas faces.

Em geral, na área de medicina, o termo tinnitus é entendido como se tratando dos ruídos que são percepcionados por umou pelos dois ouvidos e dentro da cabeça. Os ruídos podem surgir de forma permanente ou regressar ocasionalmente e são descritos de forma muito diversa quanto ao seu tipo e sonoridade.

Comparável a um estado de aflição, a tinnitus não é, no entanto, uma doença, mas mais um sintoma. Por esse motivo, é urgente tratar sua causa, a qual nem sempre é fácil de diagnosticar.

A par das diferentes doenças médicas, em mais da metade de todos os casos, o barulho e o estresse são considerados os desencadeadores. A tinnitus é um fenômeno percepcionado. Ela não leva a uma súbita perda de audição, degradação de audição ou mesmo surdez. No entanto, o ruído em sua cabeça pode tomar definitivamente o caráter de uma doença: quando se torna em um fardo pesado em sua vida cotidiana.

  • A estratégia de diagnóstico. Hoje, conhecem-se aproximadamente 400 causas que desencadeiama tinnitus. É, assim, necessário um estudo de médicos especialistas de diferentes orientações como primeiro passo no caminho para o tratamento e superação. Assim que existirem os resultados correspondentes, as terapias apresentadas terão que ser iniciadas. O coordenador desta estratégia de tratamento interdisciplinar deve ser um otorrinolaringologista.

Sempre pronto para ouvir:

O estresse é uma das causas mais comuns da tinnitus.

Com efeito, não adianta fechar os nossos ouvidos como fechamos os olhos, dado que a percepção acústica continua sendo ativada. A percepção sonora e o cérebro podem filtrar subconscientemente cada som individualmente, classificando os sons em uma escala de importância. Nós nos concentramos no que realmente queremos ouvir. No escritório, o barulho contínuo do computador não é nem notado.

Este processo, a habituação, requer que o subconsciente possua uma capacidade de decisão permanente. Quando estamos sobre pressão e estresse adicional, a capacidade de filtragem de nosso subconsciente para efeitos de proteção pode ser afetada. A sobrecarga faz com que ouçamos sons que são normalmente eliminados.

É dada uma atenção tão grande à tinnitus em termos acústicos que normalmente seus baixos níveis “físicos” parecem estar manifestamente patentes. O sistema límbico, que é responsável pelas sensações no cérebro, associa o som da tinnitus a uma experiência negativa e, em consequência, o corpo reage sentindo estresse.

Se o ruído no ouvido permanecer durante muito tempo, este será assimilado pelo nosso cérebro, prejudicando a qualidade de vida.

  • Círculo vicioso das sensações. Na maioria dos casos, a tinnitus não é um problema do ouvido, mas sim de percepção. Para mais de 25 por cento de todos os pacientes com tinnitus, o estresse se apresenta como um fardo pesado causado pelo ruído no ouvido.

Recuperação da audição e do bem-estar:

Tinnitus Management.

O Tinnitus Management começa por combater as causas do ruído no ouvido. Menos estresse, mais descanso e mais harmonia juntamente com as próprias necessidades são pontos de partida centrais. Exercícios de relaxamento, de acordo com a experiência, permitem aumentar a estabilidade mental e física. É muito popular o PMR (Progressive Muskel Relaxation) segundo Jacobson ou o treinamento autógeno. Para melhorar ainda mais a percepção do corpo e a coordenação se recomenda praticar Tai Chi ou Yoga. Também são muito úteis exercícios de meditação.

Os geradores de ruídos digitais são uma ajuda essencial. Eles enfraquecem significativamente as percepções indesejáveis. À semelhança da acupuntura, o estímulo perturbador é respondido com um contra-estímulo e sua repercussão é atenuada. Neste caso, na medicina, se fala de dessensibilização. Desta forma, o ruídoproduzido pela tinnitus não é encoberto, mas é suavemente filtrado pelo ruído do sistema. O ruído da tinnitus ainda permanece, mas perde seu caráter alarmante que torna a tinnitus um tormento para as pessoas afetadas.

Continuar ouvindo o ruído da tinnitus é um princípio da terapia: o objetivo é ter percepção da tinnitus de forma relaxada, sem estresse e sem medo, Ou seja, um ruído ao qual nosso cérebro vai dando cada vez menos importância com o tempo até que – como acontece com todos os sons irrelevantes – consiga desvanece-lo por completo.

Preferências pessoais e recursos técnicos:

“Qual o melhor modelo pra mim?”

Tecnologia revolucionária em modelos exclusivos: para a nova era da inovação a HANSATON desenvolveu coberturas preciosas. Dependendo de seus desejos pessoais, poderá escolher entre sistemas auditivos intra-auriculares sofisticados, e novo e confortável X-Mini ou o elegante Slim. Seja qual for sua escolha, os sistemas da HANSATON convencem por sua beleza e inteligência. É para isso que engenheiros e designers se unem em uma incansável investigação e desenvolvimento na área de produção – para obter o resultado perfeito.

Sistemas intra-auriculares e retroauriculares da HNASATION: por dentro e por fora, qualidade de topo.

WAVE e SOUL da HANSATON:

A mais moderna tecnologia digital para a tinnitus.

HANSATON WAVE são modelos geradores de ruído digitais, que produzem um ruído “saudável”, agradável e discreto no limiar de audição. Desta forma, a percepção da tinnitus é impedida para segundo plano e a pessoa aprende, com o tempo, a esquecê-la.

HANSATON SOUL combina, adicionalmente, em um só sistema a recuperação auditiva e a redução da tinnitus. O SOUL combina as duas funções, porque, a par de uma perda auditiva, a tinnitus tem grande parte de sua origem na deterioração da audição. Através da amplificação em vista da deficiência auditiva você pode ter percepção de mais sons naturais do cotidiano e menos da tinnitus. Nos momentos mais calmos do dia, o gerador de ruído pode ser ativado para desempenhar o processo de compensação para a terapia de habituação e de compensação da tinnitus.

Na HANSATON, a tecnologia para a tinnitus está disponível em diferentes modelos de caxinah, que favorecem sua terapia de forma quase invisível. Escolha de acordo com seu gosto bem pessoal, desde o modelo intra-auricular quase imperceptível até os modelos de retroauriculares de design premiado.

Em conjunto com um consultor em audiologia, escolha o sistema HANSATON que melhor lhe ajustar a você, que possa ser configurado de modo a produzir individualmente para você os melhores resultados. A forma ideal de controle dos sistemas HANSATON acompanha cada um de seus passos durante o constante treinamento até a abolição do fenômeno da tinnitus.

  • O sistemas HANSATON para a tinnitus podem ser colocados dentro ou por trás da orelha e podem ser combinados com sistemas auditivos digitais para contrabalançar uma perda auditiva.

WAVE Gerador de ruído digital.

SOUL Combinação a partir de um sistema auditivo e um gerador de ruído digital.

Controles remotos HANSATON:

Conforto especial e multimídia genuína.

A maioria dos sistemas HANSATON auditivos e para a tinnitus pode ser controlada por meio de um controle remoto. Desta forma, poderá ajustar discretamente o volume ou mudar os programas auditivos. Nossos controles remotos com tecnologia Bluetooth podem fazer muito mais: eles asseguram, por exemplo, o contato sem fio e direto com o televisor ou aparelho de som e possibilitam que seus sistemas funcionem como se fossem fones. Veja aqui todo o que esta tecnologia permite fazer.

miniMEdia – O Bluetooth-Allrounder.

  1. Dois telefones, por exemplo, um celular como função Bluetooth e um telefone fixo podem ser utilizados com um controle remoto sem ter que voltar a realizar seu emparelhamento. Simplesmente atende ou termina diretamente.

  2. O controle remoto pode trabalhar com dois transmissores externos, é possível uma conexão com vários aparelhos áudio sem ter que voltar a realizar a conexão.

  3. Com o controle remoto, o transmissor faz a conexão entre o televisor e o aparelho de som: para uma experiência de som estéreo melodiosa.

  4. O controle remoto dispõe de uma conexão direta (entrada DAI) ao receptor FM. Isso permite a ótima compreensão da fala mesmo sem fio, quer esteja em casa ou na escola.

  5. Nas instituições públicas com sistemas de som de circuito induto, o controle remoto transmite a fala e o som através de uma bobina de indução diretamente do loop para os sistemas HANSATON.

  6. Speech connect é um transmissor especial de miniMedia com a funcionalidade de microfone. Em uma conferência ele pode, por exemplo, conectar um alto-falante através do miniMedia diretamente ao suporte do sistema.

  7. Os transmissores de Bluetooth de leitores MP3 e laptops podem ser conectados sem fio através de Bluetooth com o controle remoto.

  8. Os sistemas HANSATON comunicam sem fio com o controle remoto: filmes, músicas e telefonemas podem ser ouvidos de forma sincronizada e em estéreo.

A par de miniMedia estão também disponíveis: mídia com Bluetooth, o clássico controle remoto eMote2 e o novo eControl.